sábado, 24 de dezembro de 2011

BOAS FESTAS

VISITA AOS CORREIOS carta Pai Natal

Natal também é partilha...

O comboio do Pai Natal chegou a Lagoa

Cerca de 60 crianças do jardim de infância de Carvoeiro, jardim de infância de Porches e creche "A Escolinha" de Carvoeiro, rumaram de comboio até Lagoa na manhã do dia 12 de Dezembro para participar numa iniciativa de solidariedade que pretende beneficiar crianças desfavorecidas.



Vestidos a rigor e carregados de prendas, os ‘mini-Pais Natal’ visitaram a Galeria Arte Algarve, localizada na Adega Cooperativa de Lagoa, para colocarem debaixo da ‘Árvore de Natal do Amor’ prendas que serão entregues ao Lar de Crianças Bom Samaritano. A instituição em Alvor acolhe 36 crianças e jovens em situação de risco, proporcionando-lhes a oportunidade de encontrar um ambiente favorável a um desenvolvimento psicológico, educativo e afectivo saudável.



O alemão Rolf Osang, impulsionador da iniciativa de solidariedade e promotor da Galeria Arte Algarve, recebeu as crianças, educadoras, auxiliares e pais, que também tiveram a oportunidade de conhecer o trabalho de vários artistas plásticos da região numa área de exposição de 1.400m2 no edifício histórico.









A ‘Árvore de Natal do Amor’ da Arte Algarve esteve há dois anos em Loulé, onde contou com uma maior adesão por parte da população, proporcionando um Natal mais feliz a dezenas de crianças de várias instituições do Algarve. Este ano, a adesão, significativamente menor, levou a que a organização seleccionasse apenas uma instituição.
As crianças de Carvoeiro não quiseram deixar de dar o seu contributo a esta causa nobre. A iniciativa permitiu não só apoiar crianças desfavorecidas mas também desenvolver nos mais novos o sentido de solidariedade.



A visita das crianças do pré-escolar, que se deslocaram no comboio turístico da vila, foi uma oferta da Junta de Freguesia de Carvoeiro. A eles um bem haja e já agora...

FELIZ NATAL!
Texto de Inês Lopes

domingo, 13 de novembro de 2011

Castanhas, castanhas e mais castanhas...



Em tempo de Outono chegam as castanhas. Curiosos investigamos acerca deste fruto apreciado por nos. O seu nome científico é Castanea Sativa.nasce e cresce num ouriço (uma fortaleza de espinhos) e quando já estão gordinhas e não cabem no ouriço, este abre-se e liberta as suas prisioneiras. Vestidas com camisola de cor castanha escura e, por baixo, uma camisa interior tão justa, que se torna difícil separá-la do miolo dando um sabor amargo a quem as prova.
Há muitos muitos anos era um alimento muito consumido em Portugal. Durante muitos séculos, ela era a base na alimentação dos portugueses depois foi substituída pela batata que foi introduzida na Europa passado muitos anos.
As pessoas pobres utilizavam-na como acompanhamento ou para fazer farinha e nessa altura o castanheiro era conhecido em algumas regiões como a árvore-do-pão. A castanha está ligada a algumas tradições, como o S. Martinho. Neste dia ela é assada na fogueira, e degustada com o vinho novo, geropiga e outras bebidas para adultos.
Pode ser comida crua, assada, frita, cozida ou em forma de puré, a castanha pode ser utilizada para fazer sopas e guisados e até na produção de pão, bolos e biscoitos, tartes...
A castanha também é muito importante à nossa saúde, é um alimento saudável porque é rica em hidratos de carbono, sob a forma de amido e fibra, e contém pouca proteína e gordura. Por isso, tem menos calorias do que os outros frutos secos. Porque tem muita fibra faz com que uma pequena porção de castanhas seja suficiente para satisfazer o apetite, com a vantagem dos seus açúcares serem de digestão lenta, evitando uma subida rápida de glicose no sangue. É um alimento importante em doenças de rins, fígado e articulações.
E também consultamos a tabela com a composição dos nutrientes e ficamos a conhecer cada elemento que a constitui.
Composição nutricional
Castanha assada com sal
Energia (kcal) 211
Água (g) 39,4
Proteína (g) 3,5
Lípidos (g) 1,3
Hidr. carbono(g)45,5
Vitamina A (μg) 11
Vitamina C (mg) 46
Folatos (μg) 56
Cálcio (mg) 23
Potássio (mg) 571
Magnésio (mg) 48
Tabela da Composição de Alimentos. Lisboa: Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge. 2006, pág. 100-101.

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

EDIÇÃO DO JORNAL "ALGARVE RESIDENT" de 4-11-2011


O dia era para travessuras mas no cortejo destas doçuras não havia espaço para diabruras. No dia das bruxas vestidos a rigor, passeamos pelas ruas e fizemos furor de tal forma que até fomos noticia de um jornal inglês.

domingo, 3 de abril de 2011

DESDE O OVO AO PINTAÍNHO

Com a chegada da Páscoa todos falam nos ovos para tudo, para bolos, chocolate, doces,... Mas afinal os ovos o que são? De onde vêm? Para que servem? O têm dentro?

Todos sabem que vêm do supermercado, servem para comer, fazer bolos mas o que tem dentro...

Fomos descobrir. O que vimos? Depois de abrir um ovo, vimos o exemplo de uma celula única que pode transformar-se, multiplicar-se e gerar um novo ser - o pinto.

Curiosos partimos para essa aventura, chocar ovos e ver se nascem pintaínhos.

Numa chocadeira (aparelho que substitui a mãe galinha que serve para aquecer os ovos e os manter à temperatura de cerca de 38º graus, durante cerca 21 dias. É preciso muito silêncio, húmidade, (agua) e serem virados diáriamente.


O nascimento do 1º pintaínho

video

Os primeiros momentos de vida do pintaínho da Beatriz

video
Com a história O meu Tetravô...era um guerreiro!, contada pelo prof. Paulo, surgiu a curiosidade de todos os meninos de descobrirem os seus antepassados mais proximos e as relações entre si. E para trabalho de casa, todos pesquisaram com os seus pais os seus familiares diretos e cada um construiu a sua árvore genealógica.
O resultado..., muito positivo. Eis alguns exemplos!



O meu tetravô...ERA UM GUERREIRO!

video

segunda-feira, 21 de março de 2011

Physalis o 1º fruto da nossa horta




É uma planta de nome comum Fisales, pertence à família Solanaceae. Physalis angulata, reproduzida por sementes, originária da Amazónia e dos Andes.
. Physalis é nativa das regiões temperadas, quentes e subtropicais de todo o mundo. O género é caracterizado por um fruto alaranjado e pequeno, semelhante em tamanho, forma e estrutura a um tomate , mas envolto parcial ou completamente por uma casca grande que deriva do verticilo As frutas são delicadas, pequenas e redondas, com coloração que vai do amarelo ao alaranjado, envolvidas por uma folha fina e seca, em forma de balão. Com sabor doce, levemente ácido, a physalis é consumida ao natural e usada na preparação de doces, geleias, sorvetes, bombons e em molhos de saladas e carnes. É rica em vitaminas A, C, fósforo e ferro, além de alcalóides e flavonóides.
Na Austrália, a physalis rende uma conserva fina exportada para vários países
Em Paris é servida em restaurantes elegantes, coberta com chocolate.
Uso medicinal :
É conhecida por purificar o sangue, fortalecer o sistema imunológico, aliviar dores de garganta e ajudar a diminuir as taxas de colesterol. A população nativa da Amazónia utiliza os frutos, folhas e raízes no combate à diabetes, reumatismo, doenças da pele, bexiga, rins e fígado. * A physalis é rica em carotenóides. Os carotenóides estão na lista dos compostos bioativos considerados funcionais, ou seja, aqueles capazes de prevenir doenças. São corantes naturais capazes de afastar males como cegueira nocturna, catarata e até cancro
E também usada na forma de chá ou infusão.

domingo, 6 de março de 2011

História do Bolinho de Gengibre contada pelo Gustavo



video
Mas afinal o que é o gengibre?
Fomos investigar… O que descobrimos:
- Sabiam que o gengibre é uma planta originária da Índia e da China. Tem as folhas verde-escuras e nascem a partir de um caule duro, grosso e subterrâneo (rizoma). As flores são tubulares, amarelo-claro e surgem em formas espigas.

O gengibre (raiz de sabor intenso) é uma planta medicinal das mais antigas e populares do mundo, utilizado na fabricação de xaropes para a dor de garganta, a perda de apetite, resfriados, diarreia, vómitos e dor abdominal. Aquece os pulmões e ajuda a libertar as secreções, evita enjoos e náuseas. O chá de gengibre é feito com pedaços do rizoma fresco (as partes subterrâneas e comestíveis - raiz ) fervido em água. É usado no tratamento contra gripes, tosse. Os banhos e compressas quentes de gengibre são para aliviar dores de cabeça. O gengibre possui sabor picante e pode ser usado tanto em pratos salgados como nos doces.
Para terminar vamos deliciar-vos com a receita dos famosos
“Bolinhos de gengibre”

Ingredientes
• 1/2 chávena (chá) de açúcar
• 1/2 chávena (chá) de manteiga
• 2 ovos
• 3/4 chávena (chá) de farinha de trigo
• 1 colher (chá) de fermento em pó
• 1/4 chávena (chá) de gengibre ralado

Preparação:
• Aqueça o forno e unte as forminhas com manteiga.
• Na batedeira, bata o açúcar com a manteiga até obter uma mistura cremosa.
• Junte os ovos, um de cada vez, até a mistura ficar fofa.
• Adicione aos poucos a farinha com o fermento.
• Bata até a massa ficar homogénea.
• Acrescente o gengibre e misture bem.
• Coloque a massa nas formas e coloque-as a cozer em banho-maria durante cerca de 40 minutos.
• Retire do forno e está pronto a comer, depois de frios claro.
Bom apetite